Pesquisar Argumentações No "Ad Argumentandum Tantum"

terça-feira, 26 de julho de 2016

A NOIVA DE CRISTO

Porque estou zeloso de vós com zelo de Deus; porque vos tenho preparado para vos apresentar como uma virgem pura a um marido, a saber, a Cristo. (2 Co 11.2)

O apóstolo Paulo, nesse texto, fala aos Coríntios sobre seu zelo por eles, zelo que era do próprio Deus na vida do apóstolo, cuja evidência era o árduo trabalho pastoral no sentido de preparar àquela Igreja de forma a apresentá-la como virgem pura para Seu marido, a saber Cristo Jesus. A ideia subjacente é, portanto, a comparação da Igreja em geral como a noiva de Cristo. A mesma comparação é vista noutras passagens das Escrituras, como Mateus 22:2, 25:1; João 3:29 e, de forma mais elaborada, em Efésios 5:25-32; Apocalipse 19:7-9; 21:2,9.

A frase "estou zeloso" significa corretamente, "eu ardentemente te amo". Grandes e veemente zelo, algo tão elevado quanto Deus o é. As Escrituras denominam Deus como El qanna, que significa “Deus zeloso”. O nome do Senhor é Zeloso, Deus zeloso Ele é (Êx 34.14), portanto nem Israel, nem a Igreja devem adorar outro deus, nem colocar outro deus no lugar de Deus. Se Deus olhasse com indiferença a idolatria, isso implicaria que Ele pouco se importa com suas criaturas humanas; no entanto, isso não é verdade. Deus ama com todo o Seu ser o homem, criado por Ele à Sua imagem e conforme a Sua semelhança; daí tudo que se interponha entre Deus e o homem é objeto abominação e ira por parte de Deus, como expressão do Seu amor exclusivo por nós, Ele não tolera em hipótese alguma qualquer concorrente ou rival do nosso amor por Ele. Sim, o amor de Deus pelo homem é exclusivista, ou seja, Deus não aceita nos dividir com coisa ou ser ou criatura nenhuma; ou somos totalmente Dele, ou não somos Dele! Ele é o marido que não aceita dividir sua esposa com ninguém; quando a esposa do Senhor volta-se para outro deus, o Deus verdadeiro considera isso prostituição e adultério! 

Jamieson, Fausset e Brown, em seu renomado comentário, fazem a seguinte observação: "Sobre o emblema do noivo celestial e da noiva cf. Mateus 22: 2; 25: 6, 10; 2 Coríntios 11: 2, a perfeita união com Ele pessoalmente e a participação em Sua santidade, alegria, glória e reino estão incluídos no símbolo do "casamento". Essa realidade confere ao casamento terreno, heterossexual, monogâmico e indissolúvel, tal qual ordenado por Deus aos homens, uma grande importância: é este casamento que tipifica espiritualmente a união entre Cristo e Sua Igreja, entre o Noivo e a Noiva!

Parênteses: "Vós, mulheres, sujeitai-vos a vossos maridos, como ao Senhor; Porque o marido é a cabeça da mulher, como também Cristo é a cabeça da igreja, sendo ele próprio o salvador do corpo. De sorte que, assim como a igreja está sujeita a Cristo, assim também as mulheres sejam em tudo sujeitas a seus maridos. Vós, maridos, amai vossas mulheres, como também Cristo amou a igreja, e a si mesmo se entregou por ela, Para a santificar, purificando-a com a lavagem da água, pela palavra, Para a apresentar a si mesmo igreja gloriosa, sem mácula, nem ruga, nem coisa semelhante, mas santa e irrepreensível. Assim devem os maridos amar as suas próprias mulheres, como a seus próprios corpos. Quem ama a sua mulher, ama-se a si mesmo. Porque nunca ninguém odiou a sua própria carne; antes a alimenta e sustenta, como também o Senhor à igreja; Porque somos membros do seu corpo, da sua carne, e dos seus ossos. Por isso deixará o homem seu pai e sua mãe, e se unirá a sua mulher; e serão dois numa carne. Grande é este mistério; digo-o, porém, a respeito de Cristo e da igreja. Assim também vós, cada um em particular, ame a sua própria mulher como a si mesmo, e a mulher reverencie o marido" (Ef 5.22-33). O significado mais importante do casamento encontra-se em duas palavras: "Como a Cristo" e "como a Igreja". O significado básico do casamento não é prazer dos cônjuges, mas o testemunho para o mundo de uma União final entre os homens (e mulheres) redimidos e salvos com Cristo. Casamento não é loteria, não é "vamos tentar para ver se dará certo"; ele é modelado na relação de Cristo e a Igreja e, portanto, quando os cônjuges se espelham nesse relacionamento eterno, trazem para dentro de seu próprio relacionamento as características da eternidade. Porque desconsideramos esta Verdade Bíblica, os casamentos humanos fracassam um após outro com extrema frequência. Fecha parênteses

Outra versão do texto de 2 Co 11.2 é assim apresentada: "Porque estou zeloso de vós com zelo de Deus; pois vos desposei com um só esposo, para que eu possa vos apresentar como uma virgem pura a Cristo". Esse era o papel do amigo do Noivo: tratar da noiva com todo zelo e cuidado, como se fosse a sua própria noiva, a fim de apresentá-la pronta ao Noivo para o dia do casamento. Deus deseja trabalhar na nossa identidade como Igreja, a fim de que cada vez mais nós, Igreja do Deus vivo, possa viver como uma Noiva que se prepara ansiosamente para o dia do casamento, que se guarda a si mesmo pura (virgem), para apresentar-se gloriosa ao Seu Noivo! Para isso, temos um Grande amigo conosco, o Amigo do Noivo está no meio da Igreja - o Espírito Santo, chamado na Bíblia de "Paracleto"! Ele quer mudar a identidade da Igreja, de instituição para Noiva, acompanhando o clamor do Espírito em harmonia com Ele (Ap 22.17), dando àquele que tem sede da água da vida (Jo 4.10-14)! Essa transformação de identidade passa por conhecermos quem é o Nosso Senhor Jesus Cristo, para então sabermos quem somos (Sua Igreja) e então passarmos a viver deste modo! Conhecimento aqui é conhecimento prático, experimental; é Cristo sendo formado em nós pelo Espírito Santo!

"Alegremo-nos, exultemos e demos-lhe a glória, porque são chegadas as bodas do Cordeiro, cuja esposa a si mesma já se ataviou, pois lhe foi dado vestir-se de linho finíssimo, resplandecente e puro. Porque o linho finíssimo são os atos de justiça dos santos." (Ap 19.7,8). Existe uma Noiva preparada, pronta para as Bodas! Uma Noiva vestida de "linho finíssimo, puro e resplandecente", que são os atos de justiça da Igreja! Assim, o que o Espírito faz é cada vez mais revestir a Sua Igreja com justiça! Justiça que é conferida por Deus, não auto-imputada, justiça prática derivada da justiça imputada pelo Senhor! 

No estado eterno, os crentes terão acesso à cidade celestial conhecido como Nova Jerusalém, também chamada "a cidade santa" em Apocalipse 21: 2 e 10. A Nova Jerusalém não é a igreja, mas traz algumas das características da igreja . Na sua visão do fim dos tempos, o apóstolo João vê a cidade descendo do céu adornada "como uma noiva", o que significa que a cidade será gloriosamente radiante e os habitantes da cidade, os remidos do Senhor, serão santos e puros, vestindo roupas brancas de santidade e justiça. Ela é chamada noiva, porque a Noiva morará nela, junto com o Noivo! Não entrará nela coisa alguma que contamine, e cometa abominação e mentira; mas só os que estão inscritos no livro da vida do Cordeiro (Ap 21.27).

Nesse livro estão registrados os nomes de todos os homens e mulheres  que alcançaram a salvação eterna,  os nomes de todos aqueles que foram lavados pelo sangue do Cordeiro, Jesus Cristo. O Cordeiro que foi "morto desde a criação do mundo" tem um livro no qual estão escritos todos aqueles que foram redimidos pelo Seu sacrifício. Eles são os que entrarão na Cidade Santa, a Nova Jerusalém (Apocalipse 21:10) e que viverão para sempre no céu com Deus. Por outro lado, Apocalipse 20:15 revela o destino daqueles cujos nomes não estão escritos no livro da vida - eternidade no lago de fogo. Você tem o nome inscrito no Livro da vida do Cordeiro? Para ter o nome escrito no Livro da vida, é preciso entregar Sua vida à Cristo Jesus!

Você já entregou Sua vida ao senhorio de Cristo? Já se arrependeu de seus pecados e da vida que você vive; já renunciou o mundo com seus prazeres? É preciso se arrepender, confessar e renunciar! Sem Jesus você jamais será a Noiva, nem jamais entrará na Cidade Santa! Sem Jesus, você jamais será salvo(a)! Suas boas obras de nada valem; a salvação dada por Deus não está baseada naquilo que você faz, mas naquilo que Deus e Cristo fizeram! Quem salva não é religião, não é sistema, é uma Pessoa, é Deus! Portanto, está baseada na fé, na sua fé posta em Cristo o Senhor, identificando-se com Ele na Sua morte e ressurreição! Querido(a), a cruz que Cristo foi crucificado era a minha cruz, a sua cruz; nós somos quem devíamos morrer ali, como pecadores e malditos que somos. Jesus nada fez para morrer na cruz, não cometeu pecado algum. No entanto, Deus enviou Seu filho amado para sofrer e morrer em nosso lugar, por nossos pecados! 

O tempo de conversão, querido(a) leitor(a), é hoje! É agora! É já, imediatamente! Deus hoje estende a você o convite à salvação: Ele convida você a ser regenerado, convertido e, deste modo, salvo por Cristo Jesus. "Salvo de quê, pastor?", talvez você pergunte. Salvo da ira de Deus, do juízo de Deus que virá sobre o mundo, sobre os perdidos. Somente em Cristo Jesus você pode ser salvo! O que fazer? Pare de se justificar. Para de se considerar muito bom e justo aos seus próprios olhos. Reconheça-se pecador e longe de Deus! Então, permita que Deus gere no seu coração, pelo Seu Espírito, a profunda tristeza por seus pecados. Você pode sentir todo o peso dos seus pecados sobre você? Percebe como seus pecados são horríveis diante de Deus?  Vê quanta crueldade, quanta maldade, quanta malícia e erro há em sua vida? Confesse cada um deles ao Senhor! Confesse-os pelo nome, cada um deles! Agora, querido(a) leitor(a), convido você a olhar para Jesus. Sim, olhe para Ele, inocente, santo, puro, sem pecado, carregando os seus pecados, cada um deles na cruz, diante de Deus. Veja que Ele morreu por você, por seus pecados. E assim, receba a Ele, ressurreto dentre os mortos, como Senhor e Salvador de sua vida. Fale com Ele nessa hora.

Deixe-me propor uma singela oração: Amado Deus, sou pecador e necessito de perdão. Arrependo-me dos meus pecados, pelos quais Cristo morreu e derramou seu precioso sangue por mim. Agora te peço perdão e convido Jesus para entrar em meu coração e minha vida, como meu Senhor e Salvador pessoal.

Se você confiou em Jesus como seu Salvador, começará agora uma maravilhosa vida com Ele. Então:

1. Leia a Bíblia diariamente;
2. Fale com Deus em oração, todos os dias;
3. Seja batizado nas águas, participe do culto e sirva numa igreja, junto com outros irmãos, onde Cristo seja pregado e a Bíblia seja a autoridade final.
4. Fale de Cristo aos outros.


Quero convidar você, agora a conhecer-me e à Igreja que pastoreio, Igreja Batista Ministério Reviver, em Vila da Penha/RJ. Convido você para vir adorar e servir a Deus conosco, aprendendo como viver sua nova vida em Cristo Jesus! Se desejar, entre em contato por este canal, ou pelo e-mail prricardoksf@yahoo.com.br! Deus abençoe sua vida e lembre-se: Deus está te dando visão de águia!

Um comentário:

  1. É gratificante pertencer à Igreja de Cristo,e como tal ser Sua Noiva. Ter o Santo Espírito trabalhando e nos transformando a cada dia. Sermos fiéis a Ele. Não termos olhos para nenhum outro. Ele é todo formoso, todo desejável!

    ResponderExcluir

(1) Reservo o direito de não públicar criticas negativas de "anônimos". Quer criticar e ter a sua opinião publicada? Identifique-se. Outra coisa: não publicarei nenhuma crítica dirigida a pessoas; analise a postagem e então emita seu parecer, refutando-a com a apresentação de referências, se assim for o caso (2) Discordar não é problema. É solução, pois redunda em aprendizado! Contudo, com educação. Sem palavrão nem termos de baixo calão! (3) Responderei as críticas na medida do possível e segundo o meu interesse pessoal (4) Não serão aceitos, em hipótese alguma: mensagens com links que dirigem e façam propaganda a sites católicos, espíritas, ateus, ortodoxos gregos, judaizantes, adeptos de teologia da prosperidade, religiões orientais, liberais, nem nenhum outro que negue Jesus Cristo como Senhor, Deus, único e suficiente Salvador. Estende-se essa proibição a mensagens que propaguem essas idéias/crenças e que queiram debater e provocar discussões.