Pesquisar Argumentações No "Ad Argumentandum Tantum"

sexta-feira, 9 de outubro de 2009

Sola Scriptura? Tempos de Oséias...


Sola Scriptura é uma frase em latim, cujo significado é "somente a Escritura". É um dos cinco pontos fundamentais do pensamento da Reforma Protestante, conhecidos como "Cinco solas":



  • Sola fide (somente a fé);

  • Sola scriptura (somente a Escritura);

  • Solus Christus (somente Cristo);

  • Sola gratia (somente a graça);

  • Soli Deo gloria (glória somente a Deus).

Hoje, contudo, os evangélicos em geral desenvolveram uma fé que independe da Bíblia, uma fé que tem como base os princípios espúrios de crenças antibíblicas, tais como a manipulação em troca de favores pessoais. Tanto líderes quanto liderados manipulam uns aos outros; insatisfeitos, pretendem manipular o sobrenatural.


Líderes religiosos, hábeis na arte da retórica, manipulam a fé e as emoções dos crentes, de forma a obterem vantagens pessoais, que vão desde a arrecadação de vultosas quantias de dinheiro até o endeusamento do líder. Na fogueira das vaidades, atribuem-se a si mesmos títulos eclesiásticos - hoje o mais popular é o "apóstolo", amanhã talvez tenhamos também um "descendente de Pedro", quem sabe? Marqueteiros de primeira, aplicam os textos bíblicos fora de contexto, de forma tendenciosa, com o claro objetivo de defender seu quinhão. Ah sim, é preciso sacrificar: não se esqueça de deixar o seu sacrifício de fé no gazofilácio ao sair, por favor...


No ensino destes mestres (do inferno), o Senhor Deus está amarrado (e não o diabo), porque apesar de toda onisciência, onipresença e onipotência foi pego em Sua própria Palavra; o nome de Jesus é que garante que o Pai está amarrado mesmo, porque basta pronunciá-lo que todos os caprichos serão automaticamente atendidos. E quanto ao Espírito Santo, bem, este foi esquecido; na melhor das hipóteses, serve de jargão. Da última vez que o viram, estava do lado de fora de uma Igreja, batendo insistentemente numa porta feita de pedra...


Resultado lógico e previsível: Uma fé tetraplégica, incapaz de qualquer coisa por menor que ela seja, mesmo salvar o pecador. O nome de Deus é blasfemado continuamente (Rm 2.24). Sinais? Só do grupo de libras. Prodígio? Só o menino companheiro do Batman. Maravilhas? Todas que o dinheiro pode pagar. Aparição de anjos? Nem no desenho das crianças! O Livro de Atos nunca foi tão histórico (na decepção da palavra) como nos nossos dias...(sic)


E os crentes? Bem, estes gostam da manipulação; caso contrário já teriam fugido dessa Babilônia há muito tempo (Ap 18.4). Gostam de ser manipulados como gostam de manipular; muitas vezes, com as mesmas armas: dinheiro e tráfico de influências. Afinal, o que interessa é o aqui e agora, é satisfazer (e imediatamente, é exigido!) as necessidades, desejos e manias. Afinal, determinar está na moda e exigir direitos está no ranking das "dez mais" do ensino moderno. Em troca de favores (ops, favor nada! dever mesmo!) Deus é "servido" (o que envolve ir aos cultos e deixar o seu cheque no envelope; participar das campanhas, deixando o seu no envelope; ser fiel nos dízimos e ofertas, deixando o seu no envelope; etc).


Para este seleto grupo, a Igreja é local de massagem - não do corpo, mas do ego. Afinal, "sou do high society" e, como diz o bordão, "tô pagannnndo...". Pregação sobre esse negócio de pecado, de céu e inferno, de caráter, de fruto do Espírito... isso não tá com nada! Aliás, nem pregação ou sermão se chama mais assim; agora é "mensagem franca e positiva", "ilustração", etc. Interessa ouvir sobre como Deus é meu servo, sobre como manipulá-lo, sobre textos que "comprovam" a possibilidade de manipulá-lo. "Deus quer que você seja empresário, tenha uma mansão e um carrão", dizem os líderes modernos. "Sai coisa velha, entra coisa nova" é a oração poderosa!


Quem tem ouvidos para ouvir, dá para escutar o que é dito por meio de Oséias, o profeta:


OUVI a palavra do SENHOR, vós filhos de Israel, porque o SENHOR tem uma contenda com os habitantes da terra; porque na terra não há verdade, nem benignidade, nem conhecimento de Deus. Só permanecem o perjurar, o mentir, o matar, o furtar e o adulterar; fazem violência, um ato sanguinário segue imediatamente a outro. Por isso a terra se lamentará, e qualquer que morar nela desfalecerá, com os animais do campo e com as aves do céu; e até os peixes do mar serão tirados. Todavia ninguém contenda, ninguém repreenda, porque o teu povo é como os que contendem com o sacerdote. Por isso tropeçarás de dia, e o profeta contigo tropeçará de noite; e destruirei a tua mãe. O meu povo foi destruído, porque lhe faltou o conhecimento; porque tu rejeitaste o conhecimento, também eu te rejeitarei, para que não sejas sacerdote diante de mim; e, visto que te esqueceste da lei do teu Deus, também eu me esquecerei de teus filhos. Como eles se multiplicaram, assim pecaram contra mim; eu mudarei a sua honra em vergonha. Comem da oferta pelo pecado do meu povo, e pela transgressão dele têm desejo ardente. Por isso, como é o povo, assim será o sacerdote; e castigá-lo-ei segundo os seus caminhos, e dar-lhe-ei a recompensa das suas obras. Comerão, mas não se fartarão; entregar-se-ão à luxúria, mas não se multiplicarão; porque deixaram de atentar ao SENHOR.


3 comentários:

  1. Se vocês gostaram desta mensagem, leiam também "Crendices Evangélicas" em ibmri.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. A paz do Senhor meu querido pr. e esposo da Lorenza Ferman que tive o prazer de ser minha coléga de escola , com muito orgulho,te parabelizo pelos conhecimentos que aqui foram informados, as mais situações que o mundo traz de mal, colocando na mente dos jovens e adultos ,a inversão de valores, esquecendo os conceitos que a palavra de Deus oferece, parabéns pela dignidade de informar situações diversas para o conhecimento humano de todos a saber da verdade, que é o evangelho de Deus . obrigado e fica na paz.

    ResponderExcluir
  3. Que salada hein?E bem indigesta.Ain-
    da bem que há um remanescente...,há os rabiscos da videira!Quando a trom-
    beta por fim soar,vai ser um corre-corre ,um tal de se justificar,de se
    esconder que de nada vai adiantar.

    ResponderExcluir

(1) Reservo o direito de não públicar criticas negativas de "anônimos". Quer criticar e ter a sua opinião publicada? Identifique-se. Outra coisa: não publicarei nenhuma crítica dirigida a pessoas; analise a postagem e então emita seu parecer, refutando-a com a apresentação de referências, se assim for o caso (2) Discordar não é problema. É solução, pois redunda em aprendizado! Contudo, com educação. Sem palavrão nem termos de baixo calão! (3) Responderei as críticas na medida do possível e segundo o meu interesse pessoal (4) Não serão aceitos, em hipótese alguma: mensagens com links que dirigem e façam propaganda a sites católicos, espíritas, ateus, ortodoxos gregos, judaizantes, adeptos de teologia da prosperidade, religiões orientais, liberais, nem nenhum outro que negue Jesus Cristo como Senhor, Deus, único e suficiente Salvador. Estende-se essa proibição a mensagens que propaguem essas idéias/crenças e que queiram debater e provocar discussões.