Pesquisar Argumentações No "Ad Argumentandum Tantum"

segunda-feira, 18 de outubro de 2010

O DIA DO JUÍZO!

Amados e queridos leitores: reproduzo abaixo a pregação do Pr. David Wilkerson, intitulada "O Dia do Juízo", por considerá-la de grande utilidade para sua fé e edificação pessoal.

Aconselho que você faça a leitura meditativa da mesma, refletindo sobre cada palavra, comparando-a com as Escrituras Sagradas.

Se desejar ler mais mensagens do Pr. David, acesse: http://www.tscpulpitseries.org/portuguese.html

Graça e Paz!

Pr. Ricardo Kropf.

==============================================

Dia do Juízo!
(Judgement Day!)

Por David Wilkerson
25 de maio 1992

O apóstolo Paulo foi um dos mais fiéis servos de Deus. E acredito que havia três importantes motivações por trás da fé de Paulo: esperança, amor e temor. Paulo possuía abençoada esperança na vida eterna que o motivava à fidelidade. Tinha também um grande amor por Cristo. Em 2 Coríntios 5:14 ele diz, "Pois o amor de Cristo nos constrange" - significando que isto o constrangia a permanecer fiel a Deus. Mas a fidelidade de Paulo também era motivada por algo mais: o reverente temor da hora em que estaria diante do Juiz do mundo no dia do Juízo!

Hoje, a grande maioria dos cristãos possui apenas as duas primeiras motivações. Virtualmente todo crente diz ter a esperança da vida eterna. Muitos com toda a sinceridade dizem, "Sei que amo Jesus de todo meu coração". No entanto é especificamente a realidade da proximidade do dia do Juízo que produz crentes sérios e piedosos. As pessoas que não pensam nisto são geralmente frias, desinteressadas e indulgentes. Mas permanece o fato de que, em um dia muito próximo, todos aqueles que já viveram serão reunidos no lugar do Juízo - para serem julgados por Jesus Cristo: "Porque importa que todos nós compareçamos perante o tribunal de Cristo" (2 Coríntios 5:10). "Assim, pois, cada um de nós dará conta de si mesmo a Deus" (Romanos 14:12).

Neste exato momento, legiões de anjos estão a postos sob o comando de Jesus para dos quatro cantos do mundo arrebanhar tanto os bons como os maus: "Mandará o Filho do homem os seus anjos, que ajuntarão do seu reino todos os escândalos e os que praticam a iniqüidade" (Mateus 13:41). Todos - os ricos, famosos e poderosos de todas as épocas serão levados a se apresentarem perante Ele: "Os reis da terra, os grandes, os comandantes, os ricos, os poderosos.... se esconderam nas cavernas e nos penhascos dos montes; e disseram aos montes e aos rochedos: Caí sobre nós e escondei-nos da face daquele que se assenta no trono e da ira do Cordeiro: porque chegou o grande Dia da ira deles; e quem é que pode suster-se?" (Apocalipse 6:15-17).

Uma famosa atriz americana vive falando sempre sobre reencarnação. Diz que já viveu muitas vidas anteriores, e que quando morrer voltará à terra em outro corpo. Que horror espera a ela e a seus seguidores. Um anjo do Senhor será mandado aos seus túmulos, unindo corpo e alma - e subitamente irão descobrir que não há uma outra vida! Ao invés, serão convocados pelo Juiz para se apresentarem ao último tribunal - tribunal sem apelação. E a única vida após a morte será a condenação eterna para todos que O rejeitaram.

Na realidade os anjos arrebanharão juntos todo "o joio" - os pecadores e os ímpios - e o arrastará "em feixes para ser queimado" (Mateus 13:40,30). Estes não virão de boa vontade, mas com choro, gemidos e ranger de dentes.

1. Desde Adão Deus Tem Tomado Nota de Tudo Sobre Todo Ser Vivente!

Deus tem tomado nota de toda paixão e de todo motivo de cada pessoa - todo pensamento, palavra e obra. Os motivos dos cristãos estão anotados num "livro de recordações, um memorial" que é o Livro da Vida. No dia do juízo, Cristo irá se lembrar de todos que estão neste livro: "Então, os que temiam ao SENHOR falavam uns aos outros; o SENHOR ...ouvia; havia um memorial escrito diante dele para os que temem ao SENHOR ... Eles serão para mim particular tesouro, naquele dia que prepararei, diz o SENHOR dos Exércitos; poupa-los-ei como um homem poupa a seu filho que o serve" (Malaquias 3:16- 17).

Se você ama a Jesus de todo seu coração e está lavado por Seu sangue, então o seu nome está escrito em Seu livro de recordações. Tais pessoas não precisam temer esta mensagem; na realidade deveria trazer grande alegria ao seu coração ver tudo o que Deus tem planejado para aqueles que O amam! Mas existe o Livro - e existem livros. A Bíblia diz que cada vida tem seu próprio livro, o registro de uma vida inteira na terra: "Vi um grande trono branco e aquele que nele se assenta, de cuja presença fugiram a terra e o céu... Vi também os mortos, os grandes e os pequenos, postos em pé diante do trono. Então, se abriram livros ... E os mortos foram julgados, segundo as suas obras, conforme o que se achava escrito nos livros. Deu o mar os mortos que nele estavam. A morte e o além entregaram os mortos que neles havia. E foram julgados, um por um, segundo as suas obras" (Apocalipse 20:11-13).

Os maus e os ímpios serão julgados por todas as coisas escritas naqueles livros - um a um, perante o Juiz de todos! A escritura diz que naquele tempo todas as pessoas terão um corpo de ressurreição. Os pecadores terão corpos "preparados para a perdição" (Romanos 9:22). Mas aos santos será dado um novo corpo, semelhante ao do Senhor! E quando o julgamento tiver terminado, o Cordeiro se levantará do trono e guiará Seu rebanho para o paraíso eterno.

No entanto, antes que o Juiz faça isto, Ele nos chamará para junto de Si enquanto julga os maus: "Ao vencedor, dar-lhe-ei sentar-se comigo no meu trono, assim como também eu venci e me sentei com meu Pai no seu trono" (Apocalipse 3:21). Jesus irá dizer-nos, "Vem - sente-se à Minha direita enquanto continuam os julgamentos!".

2. Tente Imaginar a Cena Que Se Desenrola Quando Começa o Julgamento!

Em agonia Hitler se encolhe quando o Juiz diz a Seus anjos que leiam a lista de nomes de cada judeu que ele assassinou. Seis milhões de nomes - os nomes de todo homem, mulher e criança que ele matou! Todo gemido será novamente ouvido, todo grito vindo dos fornos, reapresentado. Os seus capangas todos partilharão seu terror.

Em seguida vem o exército de médicos e enfermeiras que praticaram abortos - estas pessoas estarão amontoadas juntas perante o Juiz. Ouvem e estremecem enquanto são lidos os nomes de milhões de bebês. Deus tem um nome para cada bebê - porque de acordo com as escrituras receberam nomes desde a eternidade (ver Jeremias 1:5)! Todo grito vindo do ventre, do útero, será novamente ouvido - e os médicos que fizeram estes atos assassinos terão que agüentar e suportar cada grito. A cada mãe que permitiu que seu bebê fosse assassinado será mostrada a vida que Deus havia planejado para sua criança - e como tal vida foi roubada daquele bebê. O Juiz exporá tudo isso!

Então há aqueles que "negligenciaram sua salvação" (ver Hebreus 2:3). Permanecem em grande choque, não acreditando estarem contados com os transgressores. Ouça seus gritos: "Íamos à igreja, éramos dizimistas. Nos chamavam pelo Seu nome. Não éramos ímpios!". Mas o Juiz dirá: "Todas as suas justiças, são como trapo da imundícia" (Isaias 64:6). Outros dirão, "Nós expulsamos demônios, curamos enfermos. Em Teu nome realizamos grandes obras!". Mas o Juiz responderá, "Nem vos conheço. Afastem-se de mim, praticantes da iniqüidade" (ver Lucas 13:27).

Um anjo ficará entre eles, repetindo-lhes as escrituras que ouviram durante suas vidas: "Não vos apegastes com mais firmeza às verdades ouvidas" (ver Hebreus 2:1). "Como escapareis, sendo que negligenciastes tão grande salvação a qual foi tão claramente revelada e confirmada a vocês?" (ver Hebreus 2:3).

Também perante o trono estão muitos outros rostos dos quais me lembro. Não sei os seus nomes; lembro-me apenas do ódio que vi em seus rostos - e das horríveis blasfêmias que saiam de seus lábios. Há o rosto de três lésbicas me encarando frente a um prédio de escritórios em Manhattan. A Operação Resgate estava fazendo uma demonstração frente a uma câmara de aborto. E aquelas três moças ficaram ali maldizendo e gritando, "Tire o lixo do seu Cristo das ruas. Pegue seu Jesus e volte pra dentro dos buracos!" Há o rosto do médico de abortos - o homem que fez fortuna matando os não nascidos. Brandia o punho contra os manifestantes, as veias do pescoço salientes, olhos cheios de ódio. Estava gritando, "Eu te pego - vou te processar! Você me paga".

Tem os rostos da luxúria homossexual exibicionista desfilando pela Praça Columbus em  Nova York durante a parada do "Orgulho Gay" dois anos atrás. Vi uns 250.000 homossexuais ativistas desfilando. E a simples visão de alguém carregando uma Bíblia levantou um coro de deboches: "Jesus era gay! Deus é gay! Estamos aqui, somos homo, e estamos atrás de seus filhos!"

Não foram os blasfemos sinais da incrível arrogância que mexeram comigo. Foi o ódio por Cristo - o olhar dizendo que se Jesus estivesse lá naquele dia, prazerosamente eles O teriam pregado na arvore mais próxima!

No entanto todos estão aqui perante o trono do juízo, amontoados num grupo - paralisados em agonia e medo! É o dia da ira e da vingança de Deus. E agora, enquanto cada livro é aberto e toda vil ação é proclamada em alta voz, o que foi feito de suas ameaças vazias! Onde estão agora as audaciosas blasfêmias, a zombaria das coisas sagradas? Onde estão os gritos?

Há não muito tempo falei na Universidade de Yale, e um grupo de ativistas gay entrou carregando cartazes tentando interromper a reunião. Meu sermão era sobre o inferno - enquanto falava, um silêncio do Espírito Santo caiu sobre aquele lugar. O silêncio foi tão ensurdecedor que um repórter disse, "Parecia que meu lápis fazia barulho".

Aqueles manifestantes não conseguiam se mover - estavam paralisados! E naquele momento, tive a idéia de como vai ser para eles o estar perante Jesus no dia do Juízo. As escrituras declaram, "os perversos não prevalecerão no juízo" (Salmo 1:5). Olhe agora para outras pessoas tremendo perante o trono do juízo. São juizes que permitiram que bebês não nascidos fossem assassinados; professores universitários ateus que encheram toda uma geração de apostasia e de ódio por Cristo; políticos mentirosos que tiraram Deus e a oração de nossa sociedade; presidentes sem Deus, ditadores, criminosos. Atores e diretores de cinema que blasfemaram Cristo. Artistas que retrataram Sua cruz num tonel de urina. Banqueiros, homens de negócio, os ricos, os orgulhosos e poderosos que não tinham tempo para Ele. E agora, o que farão? Lá estão, ouvindo e esperando sua vez. E do meio deles o anjo do Senhor grita, "sabei que o vosso pecado vos há de achar" (Números 32:23).

3. O Juiz Chamará Testemunhas à Frente!

O Juiz, Jesus Cristo, é fiel - e Ele chamará à frente Suas testemunhas. Elas irão testemunhar ou a seu favor ou contra você:

1. A primeira testemunha é a própria palavra de Deus: "Quem me rejeita e não recebe as minhas palavras tem quem o julgue;a própria palavra que tenho proferido, essa o julgará no último dia" (João 12:48). Será preciso prestar contas de todo sermão e hino evangélico que alguma vez tenha sido ouvido, de todo versículo bíblico ou folheto que tenha sido lido. Jesus diz, "Toda palavra que lhes houver falado, naquele dia o julgará. Minha palavra será a testemunha!".

2. Testemunhas se levantarão tais como os habitantes de Nínive, de Sodoma e a rainha de Sabá. Jesus diz, "Ninivitas se levantarão, no Juízo, com esta geração e a condenarão; porque se arrependeram com a pregação de Jonas. E eis aqui está quem é maior do que Jonas. A rainha do Sul se levantará, no Juízo, com esta geração e a condenará; porque veio dos confins da terra para ouvir a sabedoria de Salomão. E eis aqui está quem é maior do que Salomão" (Mateus 12:41-42).

Quando você estiver perante o Juiz e seu livro for aberto, a grande multidão dos ninivitas se apresentará. Virão à frente aqueles que morreram no holocausto de Sodoma e Gomorra, bem como aqueles de Tiro e Sidom. Estes ímpios se reunirão à volta, incrédulos enquanto ouvem a lista de todas as oportunidades que você teve de receber a palavra de Deus: Bíblia, rádio, mestres na TV, testemunhas, amigos, família. Gritarão, "O julgamento deste homem tem que ser pior que o nosso! Como é que ele pôde rejeitar tantas oportunidades e negar uma luz tão poderosa? Não tínhamos Bíblia; ninguém ficava lembrando a gente o tempo todo, não tivemos segunda chance. Mas ele teve tudo isto!".

Jesus diz que Sodoma teria se arrependido se tivesse ouvido o que você ouviu: "Porque, se em Sodoma se tivessem operado os milagres que em ti se fizeram, teria ela permanecido até ao dia de hoje" (Mateus 11:23). Os homens de Sodoma teriam se coberto de panos de saco e cinzas caso tivessem ouvido apenas uma fração da pregação do evangelho que você ouviu!".

3. Pregadores e pastores serão chamados à frente como testemunhas. "E será pregado este evangelho do reino por todo o mundo, para testemunho a todas as nações" (Mateus 24:14). Nós pastores teremos que nos levantar e testemunhar que você freqüentava a casa de Deus. Você ouviu o testemunho do evangelho sendo pregado. E perante o Juiz de todos os povos precisaremos declarar cada verdade que você ouviu - ou a seu favor ou contra você.

4. É Possível Que as Almas Mais Trágicas Na Frente do Juiz Sejam Aquelas Que a Bíblia Chama de "Servos Inúteis"!

Estes eram os servos - querendo dizer que eles se chamavam pelo nome do Senhor. Enquanto preparava esta mensagem, este era o grupo que mais pesava em minha alma. Veja, o "servo inútil" é aquele que "escondeu" seu talento. Ele era muito preguiçoso para investir sua vida e seu tempo nos interesses de Deus, e tornou-se "desleixado" com as coisas de Deus. Este era o homem ou mulher ocupados que vinham à casa de Deus uma vez por semana para manter a aparência de religiosidade. No entanto aqui está o que o Senhor irá dizer do serviço negligente e sem entusiasmo prestado a Ele: "Servo mau e negligente, sabias que ceifo onde não semeei...Cumpria, portanto, que entregasses o meu dinheiro aos banqueiros, e eu, ao voltar, receberia com juros o que é meu... o servo inútil, lançai-o para fora, nas trevas. Ali haverá choro e ranger de dentes" (Mateus 25:26,27,30).

Como grande será o choro e o lamento quando o livro do servo inútil for aberto! O Juiz mostrará ao mundo quanto tempo e esforço ele gastou em fazer dinheiro, procurando segurança pessoal, acumulando contas bancárias, preocupando-se, ignorando a família, esquecendo-se de Deus e abandonando a assembléia dos crentes. Naquele dia Deus trará à tona o registro de todas as reuniões de igreja que foram desprezadas, de toda atividade ali feita de maneira preguiçosa e egoísta. Então, bem à frente dos olhos deste servo aparecerá tudo aquilo em que gastou a vida acumulando: casas, carros, mobiliário, barcos, roupas, jóias, ações e títulos.

Subitamente uma faísca salta dos olhos do Juiz - a faísca do Amado que foi desprezado - e a tudo ela incendeia como uma bomba de hidrogênio! De pé perante o Juiz está um anjo, e nas mãos do anjo um monte de pó. O Senhor olhará para o servo inútil e dirá, "É isto que vale toda sua vida de negócios! Eu precisava de você e te chamei, mas você Me abandonou. Deu-Me tão pouco de seu tempo, até que finalmente Me pôs completamente para fora de sua vida. Desperdiçou a vida por um punhado de pó - mas você foi avisado de que tudo seria queimado como a erva no forno!".

Oh que arrependimento haverá naquele dia para o homem que agora não tem tempo para Deus! Com sua mulher e filhos, ele freqüenta o obrigatório culto das manhãs de domingo porque "a rotina é essa". Mas o coração dele não está com Deus! Nunca é visto numa reunião de oração ou desfrutando da verdadeira comunhão dos santos, encorajando e sendo encorajado no Senhor, como manda a palavra.

No entanto no dia do Juízo, o Juiz dirá, "Tome este servo inútil e coloque-o para fora da Minha presença! Seu coração não está comigo; nunca esteve. Ele abandonou seu primeiro amor há muito tempo. Não fez de Mim o Amado de sua alma. Caso contrário a cada hora de seu dia, Eu estaria em sua mente - em seu trabalho, em sua família, em tudo que fizesse. Em tudo, ele teria colocado Meus interesses em primeiro lugar!". Oh, quem não estará com medo naquele grande dia do juízo?

5. Qual o Significado do Dia do Juízo para os Vitoriosos Filhos de Deus?

A primeira coisa na programação do Juiz será separar Suas ovelhas dos cabritos. Não permitirá que Seus justos sejam contados com os malfeitores. Antes, ordenará a Seus anjos que reúnam Seu rebanho à Sua destra: "E todas as nações serão reunidas em sua presença, e ele separará uns dos outros, como o pastor separa dos cabritos as ovelhas; e porá as ovelhas à sua direita, mas os cabritos, à esquerda; então, dirá o Rei aos que estiverem à sua direita: Vinde, benditos de meu Pai! Entrai na posse do reino que vos está preparado desde a fundação do mundo" (Mateus 25:32-34).

É muito claro na Bíblia que aqueles que permaneceram em Cristo e esperaram por Sua manifestação terão ousadia e confiança naquele dia: "Filhinhos, agora, pois, permanecei nele, para que, quando ele se manifestar, tenhamos confiança e dele não nos afastemos envergonhados na sua vinda" (I João 2:28). "Nisto é em nós aperfeiçoado o amor, para que, no Dia do Juízo, mantenhamos confiança; pois, segundo ele é, também nós somos neste mundo" (I João 4:17).

Como se pode ter tanta ousadia no dia do Juízo - tanta alegria e confiança? Isto só acontece conhecendo-se o Juiz - como seu amigo, irmão, redentor, Senhor, sumo sacerdote, propiciador, advogado, intercessor, como o amor do seu coração - sua própria vida!

Existe um teste que mostrará se você está ou não preparado para ir a julgamento como ovelha - com alegria, confiança e ousadia. A Bíblia diz, "porque, se nos julgássemos a nós mesmos, não seríamos julgados" (I Coríntios 11:31). Você está disposto a fazer o teste - e a julgar a si mesmo? Se estiver disposto, faça a si mesmo estas três perguntas:

1. Você anseia e deseja ardentemente a volta do Senhor? "Aguardando a bendita esperança e a manifestação da glória do nosso grande Deus e Salvador Cristo Jesus" (Tito 2:13). "Já agora a coroa da justiça me está guardada, a qual o Senhor, reto juiz, me dará naquele Dia; e não somente a mim, mas também a todos quanto amam a sua vinda" (2 Timóteo 4:8). Este mundo não é o nosso lar. Mas lhe pergunto: você está aprofundando raízes nele? Ou está arrancando-as, orando: "Jesus - mantenha o meu coração desperto!"?

"Esperando e apressando a vinda do Dia de Deus... Por essa razão, pois, amados, esperando estas coisas, empenhai-vos por serdes achados por ele em paz, sem mácula e irrepreensíveis" (2 Pedro 3:12,14).

Jesus disse, "Negociai até que eu volte" (Lucas 19:13). Todos precisamos continuar com nossas vidas, nossos trabalhos. Mas em todas as horas que estamos acordados, nossos corações devem gritar, "Vem, Senhor Jesus!" (Apocalipse 22:20).

2. Se você vai estar perante o mundo a julgar os inimigos de Deus no dia do Juízo, você tem que, hoje, fazer deles seus inimigos. Davi disse, "Não aborreço eu, Senhor, os que te aborrecem? E não abomino os que contra ti se levantam? aborreço-os com ódio consumado; para mim são inimigos de fato" (Salmo 139: 21-22). Sim, Jesus disse que devemos amar nossos inimigos. Mas e os inimigos dEle - aqueles que O odeiam, recusam Sua graça e misericórdia, que difamam Seu nome e o arrastam na lama? Não devemos odiar os homens - mas devemos odiar o pecado que está em seus corações e os poderes demoníacos que os governam. Devemos odiar o mal que está no mundo.

No entanto você diz em seu coração, "Este mundo sempre foi mau, e só vai piorar. Mas o que isto tem a ver comigo? O que vou fazer é apenas manter minha vestimenta limpa perante Deus". Não - você não pode fazer isso! Estamos todos em guerra, em batalha! Nestes últimos dias os portões do inferno estão investindo como nunca antes o fizeram contra a igreja de Jesus Cristo - e você não pode permanecer neutro! Deus emitiu um chamado: "Quem se levantará a meu favor, contra os perversos?" (Salmo 94:16). E quando o dia do Juízo chegar, quero dizer como Paulo, "Combati o bom combate!". Quero morrer lutando - de joelhos, cheio de ódio santo contra o pecado em minha vida e no mundo.

3. Você não formou o costume de abandonar a casa de Deus? "Não deixemos de congregar-nos, como é costume de alguns; antes, façamos admoestações e tanto mais quanto vedes que o Dia se aproxima." (Hebreus 10:25). Não é por acaso que o próximo versículo nesta passagem refere-se a "pecar deliberadamente" depois que a verdade foi revelada. Na verdade, é fato histórico comprovado: as pessoas tornam-se mais negligentes e menos cuidadosas um pouco antes do julgamento e da calamidade!

Sempre antes que uma sociedade perdesse o controle, as pessoas voltavam-se para a segurança, para ganhar dinheiro, para os prazeres - para tudo, menos para Deus. E no ultimo momento, as coisas ficavam piores: os crentes começavam a negligenciar a casa de Deus. Paulo nos avisa: "Agora que o dia está chegando mais perto, fiquem firmes para que não se esqueçam de se reunirem, como muitos já o fizeram! Este não é o tempo de se afastar nem de ficar longe da casa de Deus. É hora de se congregar com os verdadeiros vencedores!".

Se a sua igreja aos domingos não é mais do que um programa de TV, então amado, você não está se congregando com crentes. Não está nem recebendo, nem dando encorajamento - o que é ordenança de Deus! O que é o Juízo senão a última reunião de Seu rebanho? Você vai estar lá - fiel, na expectativa, disposto e feliz? O Senhor conhece aqueles que O amam tanto que não suportam o estar longe de Seu corpo. Digo-lhe o seguinte: naquele dia os livros serão abertos - e o Juiz está neste exato momento, fazendo anotações!

Qual o Significado do Dia do Juízo para os Vitoriosos Filhos de Deus ?

Se você sabe em seu coração que não está pronto para estar na presença de Jesus - e este momento vai chegar muito em breve - então terá que responder pelo que escrevi aqui. Esta mensagem por si é suficiente para a sua condenação eterna no inferno se você a rejeitar. Ela servirá como testemunha no dia do Juízo!

Os seus interesses - o seu trabalho, suas posses ou mesmo o seu ministério - se tornaram mais importantes para você do que os interesses do Senhor? Você tem negligenciado sua família? Você está satisfeito porque vai à igreja no domingo e diz, "Fiz minha parte para Deus"? A palavra de Deus para você é clara: isto não é suficiente!

Se você julgou a si mesmo e ficou aquém, então de coração faça esta oração: "Jesus, eu preciso de Ti. Preciso ser perdoado e amado por Ti. Confesso todos os meus pecados e a minha teimosia. Eu O tenho negligenciado Senhor -não O tenho colocado em primeiro lugar. E a partir de hoje, faço de Ti a minha vida - o meu tudo. Consuma-me, Jesus. Amém".

Um comentário:

  1. Benditas palavras!Santa exortação!Que o Senhor nos guarde de dormirmos e não levarmos a sério Suas admoestações.Nesse momento,no qual a igreja está sendo sacudida por tantos escândalos,essa palavra é pão para o faminto e água para o sedento.Também é consolo para os que choram e alento e vigor para os fracos e desalentados.Ela nos leva a reflexão sobre nossas vidas e ministérios.Nos faz relembrar que o relógio está quase a despertar.Que possamos ouvir o brado do Noivo e nos apressar!Que haja azeite em nossas lamparinas e que nenhum de nós venha a cochilar.É hora de clamar:Abala,Senhor tudo que for abalável!

    ResponderExcluir

(1) Reservo o direito de não públicar criticas negativas de "anônimos". Quer criticar e ter a sua opinião publicada? Identifique-se. Outra coisa: não publicarei nenhuma crítica dirigida a pessoas; analise a postagem e então emita seu parecer, refutando-a com a apresentação de referências, se assim for o caso (2) Discordar não é problema. É solução, pois redunda em aprendizado! Contudo, com educação. Sem palavrão nem termos de baixo calão! (3) Responderei as críticas na medida do possível e segundo o meu interesse pessoal (4) Não serão aceitos, em hipótese alguma: mensagens com links que dirigem e façam propaganda a sites católicos, espíritas, ateus, ortodoxos gregos, judaizantes, adeptos de teologia da prosperidade, religiões orientais, liberais, nem nenhum outro que negue Jesus Cristo como Senhor, Deus, único e suficiente Salvador. Estende-se essa proibição a mensagens que propaguem essas idéias/crenças e que queiram debater e provocar discussões.