Pesquisar Argumentações No "Ad Argumentandum Tantum"

quarta-feira, 29 de dezembro de 2010

AH, SEU EU PUDESSE VOLTAR NO TEMPO...

Talvez, às portas do final de mais um ano, este seja o desejo do seu coração. Afinal, quem não gostaria de poder voltar ao passado, para reviver os bons e agradáveis momentos que passaram, ou mesmo para evitar os erros cometidos. Como seria bom poder reencontrar aquelas pessoas que amamos, mas que infelizmente perdemos; como seria agradável voltar e poder dizer a elas o quanto as amamos, o quanto são importantes para nós, o quanto fazem falta!

Quantos que ou se separaram ou foram separados de alguém que um dia muito amou não gostaria de viajar no tempo, de voltar atrás e aproveitar cada momento, de eternizar cada gesto de carinho, de viver novamente, juntinho, com aquela pessoa que se foi...



Como seria maravilhoso também poder voltar e desfazer os antigos mal-entendidos. Poder olhar novamente nos olhos daqueles com quem brigamos e dizer-lhes que tudo não passou de um mero mal-entendido. Que foi o nosso jeito "sem-jeito mandou lembrança" que causou todo transtorno. "Me perdoe!", frase que ficou engasgada pela raiva e pelo orgulho e que hoje, depois de todo tempo, tornou-se fonte de mágoa e amargura. De poder voltar atrás em nossas decisões erradas e recomeçar tudo de novo!

Quantos que, mesmo depois de tanto tempo, ainda não sentem a dor da amargura! Deixaram passar o tempo, achando que o tempo seria o melhor remédio, mas o remédio se mostrou ineficaz para combater os males do coração, do ódio, do orgulho e da incompreensão!

"Ah, se eu pudesse voltar no tempo...! Ah, se fosse possível...!"

Infelizmente, a despeito da ficção científica, não é possível viajar no tempo. O que foi feito, está feito; o que foi decidido, está decidido; o que foi perdido, perdido foi. Essa é a nossa limitação, estamos confinados em nossa existência num horizonte de espaço-tempo irreversível. Não há como voltar ao passado, nem ir ao futuro; apenas viver o presente.

Não é possível voltar ao passado e impedir que o amor seja perdido, porém talvez possa ser reconstruído. Do mesmo modo, não é possível desfazer os erros, mas é possível aprender com eles e não mais cometê-los. Enquanto há vida, há esperança! E enquanto crentes em Cristo, há inúmeras possibilidades à nossa frente; inúmeras combinações e arranjos que, se entregues nas mãos do Senhor, redundarão em novos bons momentos e em novas oportunidades de amar e de viver. Por mais que o diabo tenha matado, roubado ou destruído o que lhe foi (ou é) precioso, o Senhor Jesus veio nos dar vida e esta em abundância! E onde há vida, a morte já não mais existe!

Não lamente-se pelo ano que passou, querido leitor! Levante a cabeça, creia em Deus, creia em Jesus! Ele te ama e jamais te desamparará! Ainda há um pasto verdejante com águas tranqüilas para você, pois o Senhor é o teu Pastor! Nada te faltará! Mesmo que você esteja atravessando um momento terrível em sua vida, Ele está contigo! Permita-se ser consolado pelo cajado pastoral do Senhor! O Espírito Santo está em você, dê lugar a Ele, e então a sua ferida d´alma sarará; deixe-O interceder em você e por você, nesta hora, com gemidos inexprimíveis e então você sentirá o carinho e amor do Paizinho querido por você!

Eu profetizo sobre a tua vida, querido(a) leitor(a), um ano repleto das bênçãos do Senhor em todas as áreas da sua vida - sentimental, financeira, profissional, familiar, espiritual, ministerial - enfim, todas! Que o SENHOR te abençoe e te guarde; o SENHOR faça resplandecer o seu rosto sobre ti, e tenha misericórdia de ti; que o SENHOR sobre ti levante o seu rosto e te dê a paz!

Feliz Ano Novo, na presença do Senhor!   

2 comentários:

  1. Quanto tempo desperdiçado,quantas oportunidades perdidas,quanta falta de sabedoria...E o tempo não pára.O tempo passa e nós voamos.Somente Deus pode nos perdoar tanta falta de vigilância,tantas tristezas que provocamos,tanta palavra mal dita,tanta incompreensão!Que Ele tenha misericórdia de nós e nos ensine a "contar os nossos dias para que alcancemos corações sábios".

    ResponderExcluir
  2. Desejo também a ti, sua família e igreja um Ano Novo de ricas bençãos e realizações.
    Que em cada momento desse novo ano possas identificar e discernir a direção para os planos e projetos de Deus para sua vida, família e ministério, e que entendas o agir do Senhor, alcançando o cumprimento dos desígnios divinos.
    Que a sabedoria do Senhor seja tua companheira e o conhecimento das coisas de Deus seu parceiro em todos seus dias.
    Que você meu amigo, habite no esconderijo do Altíssimo e descanse à sombra do Onipotente, encontrando desta forma segurança, livramento e refúgio neste novo ano e em toda sua vida.
    É meu desejo e minha oração por ti.
    Abraço,
    Pr. Anselmo.

    ResponderExcluir

(1) Reservo o direito de não públicar criticas negativas de "anônimos". Quer criticar e ter a sua opinião publicada? Identifique-se. Outra coisa: não publicarei nenhuma crítica dirigida a pessoas; analise a postagem e então emita seu parecer, refutando-a com a apresentação de referências, se assim for o caso (2) Discordar não é problema. É solução, pois redunda em aprendizado! Contudo, com educação. Sem palavrão nem termos de baixo calão! (3) Responderei as críticas na medida do possível e segundo o meu interesse pessoal (4) Não serão aceitos, em hipótese alguma: mensagens com links que dirigem e façam propaganda a sites católicos, espíritas, ateus, ortodoxos gregos, judaizantes, adeptos de teologia da prosperidade, religiões orientais, liberais, nem nenhum outro que negue Jesus Cristo como Senhor, Deus, único e suficiente Salvador. Estende-se essa proibição a mensagens que propaguem essas idéias/crenças e que queiram debater e provocar discussões.