Pesquisar Argumentações No "Ad Argumentandum Tantum"

quinta-feira, 23 de setembro de 2010

FILHA DE PASTOR É...

Filha de pastor com suposto poder de cura atrai milhares no RJ

Alani, de seis anos, filha de um pastor pentecostal, atrai milhares de pessoas em busca de pretensas milagrosas. Ela participa dos cultos da Igreja Pentecostal dos Milagres em Alcântara, São Gonçalo, um bairro do Rio de Janeiro.

Na entrada da igreja os cartazes mostram fotos das curas de fiés que receberam a cura através da missionárinha Alani.

Antes de subir no palco a menina assiste ao culto com uma boneca no colo. O pai da menina Adauto Santos pastor da Igreja Pentecostal dos milagres escolhe pessoas da igreja que dizem que foram curados pela oração da menina.

Alani faz uma oração antes de começar a sessão de cura e algumas pessoas até caem. Ela canta, abençoa os fiéis e os toca, o que provoca neles transes, gemidos e contorções. Às vezes, grita palavras de ordem: “Ordeno que todo espírito maligno saia agora!!!”.

O pai de Alani conversa com as pessoas que foram tocadas para mostrar os milagres realizados durante a oração da menina.

Data: 21/9/2010 08:49:52

Fonte: Revista Época
http://www.creio.com.br/2008/noticias01.asp?noticia=10387
___________________________________________________________

COMENTÁRIOS:

Até quando Senhor, até quando... até quando Teu filhos usarão todos os meios possíveis e imaginários, independentemente da moral e ética envolvida, a fim de alcançarem seus objetivos!

"Ensina a teu filho no caminho em que deve andar": como ensinar no caminho, sem segui-lo primeiro? Como ensinar ao filho o valor da Bíblia, de Deus, da Salvação, da Igreja sem que os pais façam a sua parte, valorizando essas coisas?

Um pastor sério sempre desejará que sejam salvas o maior número de pessoas possível. Porém, sendo ele sério, buscará primeiro a salvação de sua casa - de sua esposa e de seus filhos. Ele governa bem seu próprio lar, e isso inclui o governo espiritual de sua família. Prover a Igreja e deixar a família com fome - física e espiritualmente falando, não é, definitivamente, o correto!

Deus pode usar crianças? Sim, é claro! Ele usa o que quiser e quem quiser, até mesmo uma mula. Mas sou contra expor uma criança de 6 anos a algo que ela pouco ou nada compreende, por sua imaturidade natural. Há coisas que são apropriadas para um adulto e coisas que são próprias de crianças!

Será que a cura realmente acontece, ou como na maioria das Igrejas é algo puramente psicossomático? Quero deixar claro que creio na cura divina. Mas cura divina nos moldes do paralítico junto a porta do templo em Jerusalém, chamada Formosa (Atos 3). Não em cura "meia sola", como tenho infelizmente visto na TV. É melhor não comer angu, do que comer e ter indigestão, levando o comedor de angu a dizer, em alto e bom som, que houve cura divina na vida de um rapaz com síndrome de Down só porque ele levantou de uma cadeira de rodas. Quem lê, entenda.  

Filho de peixe, peixinho é. Mas será que filha de pastor é pastorazinha? Ou será que é "ungidazinha"?

Pense nisso. Deus está te dando visão de águia!

3 comentários:

  1. Só nos resta esperar no Senhor e alegrar o nosso coração.Isso tudo é sinal que o grande Dia se aproxima.Que venha logo o Avivamento,as últimas chuvas.MARANATA!

    ResponderExcluir
  2. Paz!

    A partir de agora estarei atento aos post deste blog amado.

    Se quiser, confira também o Despertai.


    Luis Paulo Silva.

    ResponderExcluir
  3. Caro Pr. Ricardo,
    É de impressionar como tantas pessoas são enganadas com tamanhos absurdos.
    O que dizer? É difícil até comentar tal fato.
    Sé me resta concordar com suas palavras e clamar a Deus que tenha misericórdia dessa criança inocente e desse pai que permite tal situação e que o cure desta enfermidade e cegueira espiritual.
    Abraços,
    Em Cristo,
    Pr. Magdiel G Anselmo.

    ResponderExcluir

(1) Reservo o direito de não públicar criticas negativas de "anônimos". Quer criticar e ter a sua opinião publicada? Identifique-se. Outra coisa: não publicarei nenhuma crítica dirigida a pessoas; analise a postagem e então emita seu parecer, refutando-a com a apresentação de referências, se assim for o caso (2) Discordar não é problema. É solução, pois redunda em aprendizado! Contudo, com educação. Sem palavrão nem termos de baixo calão! (3) Responderei as críticas na medida do possível e segundo o meu interesse pessoal (4) Não serão aceitos, em hipótese alguma: mensagens com links que dirigem e façam propaganda a sites católicos, espíritas, ateus, ortodoxos gregos, judaizantes, adeptos de teologia da prosperidade, religiões orientais, liberais, nem nenhum outro que negue Jesus Cristo como Senhor, Deus, único e suficiente Salvador. Estende-se essa proibição a mensagens que propaguem essas idéias/crenças e que queiram debater e provocar discussões.