Pesquisar Argumentações No "Ad Argumentandum Tantum"

sábado, 24 de julho de 2010

O CRISTÃO E A POLÍTICA - 1

No período de eleições, surgem inúmeros candidatos ditos "evangélicos" com um discurso de causar inveja aos oradores gregos do passado. Nesta época, é muito importante que os cristãos saibam exercer seu direito constitucional de voto, com consciência. Antes de votar, devemos levar em conta os valores cristãos bem como o testemunho pessoal do candidato.

Fuja do voto de cabresto. Não vote em alguém só porque seu pastor ou líder eclesiástico está te mandando fazê-lo, ou porque este é o candidato da denominação. Isso é controle político através de abuso da autoridade. Isso não é coisa de pastor, mas de coronel.  Igreja não é "curral eleitoral"! Muito cuidado com a máxima "irmão vota em irmão".

Não devemos votar por causa da fama ou posição eclesiástica do candidato. Nem tampouco por ele se autodenominar "crente". Antes, devemos votar a partir da proposta política e do plano de governo, principalmente no que se refere ao bem-estar da população de forma geral.

Em especial, cuidado com aqueles candidatos ditos evangélicos que na última eleição foram eleitos para cumprir um mandato e nesta estão se candidatando a outro. Qual o verdadeiro propósito deste indivíduo: a proposta política, visando o bem-estar de milhões de miseráveis dessa nação, ou apenas a ganância financeira e a busca de poder social?

Pense nisso. Deus está te dando visão de águia!

2 comentários:

  1. Quanto engano está por detrás desse papo de irmão só vota em irmão.Graças a isso muitos picaretas estão no poder causando vergonha ao evangelho.Pre
    cisamos separar o secular do espiritual e não com
    prometer a fé.Não sei de onde eles tiram essas ba
    boseiras.Só sei que a experiência não tem demons
    trado ser essa uma boa medida.Precisamos entender
    que ser cristão não é ser "maria vai com as outras
    e sair engolindo tudo o que nos dizem sem questionar.Basta de manipulação!

    ResponderExcluir
  2. Pois é Pastor, e nós bem sabemos que se for do interesse do nosso Senhor Jesus Cristo ele vai levantar alguém no meio evangélico que tenha verdadeiramente compromisso com a palavra ou vai agir na vida de alguém que não seja evangélico para cumprir o Seu propósito, pois assim foi feito no caminho para Damasco não é mesmo.
    Que Deus abençoe
    Paz e graça

    ResponderExcluir

(1) Reservo o direito de não públicar criticas negativas de "anônimos". Quer criticar e ter a sua opinião publicada? Identifique-se. Outra coisa: não publicarei nenhuma crítica dirigida a pessoas; analise a postagem e então emita seu parecer, refutando-a com a apresentação de referências, se assim for o caso (2) Discordar não é problema. É solução, pois redunda em aprendizado! Contudo, com educação. Sem palavrão nem termos de baixo calão! (3) Responderei as críticas na medida do possível e segundo o meu interesse pessoal (4) Não serão aceitos, em hipótese alguma: mensagens com links que dirigem e façam propaganda a sites católicos, espíritas, ateus, ortodoxos gregos, judaizantes, adeptos de teologia da prosperidade, religiões orientais, liberais, nem nenhum outro que negue Jesus Cristo como Senhor, Deus, único e suficiente Salvador. Estende-se essa proibição a mensagens que propaguem essas idéias/crenças e que queiram debater e provocar discussões.